Logo
Blog
Cordeiro
GG

O Cordeiro designado como o carneiro recém-nascido é da família dos ovinos. Este mamífero é conhecido cientificamente como ovis aries, e é criado por sua carne, lá e seu couro.

A criação data de mais de 13.000 anos no Oriente Médio, o animal é também entrelaçado às crenças religiosas como judaicas e cristãs. O cordeiro pascoal se apresenta como uma tradição presente nestas duas religiões. Para os cristãos, este animal representa o cristo e sua ressureição.

Distinguimos 3 tipos de cordeiro: cordeiro de leite que é abatido nos primeiros 30 a 40 dias de vida. Cordeiro branco com 70 a 150 dias de vida, enfim o cordeiro cinza bem conhecido por seu gosto mais forte abatido com 6 a 9 meses.

Os pratos preparados a base de cordeiro dependem consideravelmente dos cortes chamados de pernil, paleta, carré, filet, souris. Os cortes de cocção rápida são ideais para grelhar enquanto os cortes de cozimento lento são mais recomendados para tajines navarins ou ragus. O pernil por exemplo precisa ser selado antes de cozinhar devagar. As costeletas são geralmente grelhadas em fogo alto em alguns minutos.

É recomendado servir o cordeiro levemente rosado, que seja de cozimento rápido ou prolongado. Quando a carne é cozida além do ponto a mesma perde seu sabor e igualmente sua maciez. A raça, idade e a alimentação do animal são determinantes para escolher que tipo de cocção a ser adotada pois são influentes também no sabor.

A conservação do cordeiro não pode ultrapassar 4 dias na geladeira. Porém é possível guardar no freezer na temperatura inferior a 18 graus em uma embalagem seco.

Categories: ,
Contatos

Gregoire Gaumont

Me ligue

+55 61 8111.1007

Agende uma visita

Brasília-DF